Esse projeto nasceu de um co-branding e da vontade de criar juntos um produto que combinasse ambos os universos da Ana Penso e da Produteca. O processo de fabricação envolveu uma matriz produzida em impressão 3D, que foi logo transformada em um molde em silicone pela Ana e depois em uma peça em argamassa.

A caixinha de madeira foi usada para reforçar a diversidade de materiais e tecnologias como o relógio e o “olho”, que remete ao Museu Oscar Niemeyer (MON), localizado em Curitiba. É dessa inspiração que vem o nome Relógio MON.

A peça vermelha foi produzida a partir de um filamento plástico em impressão 3D, além de ser desenhada e modelada detalhadamente em programas de criação de superfície.